Como levar cachorro no Uber? Aprenda aqui!

Muitas pessoas ainda se perguntam se “pode levar cachorro no Uber”, mas, a resposta é sim, todavia é importante seguir as normas da empresa.

A Uber declarou que todos os serviços fornecidos pela empresa são “Pet Friendly”, isso quer dizer que os animais são bem vindos, no entanto, é necessário analisar como esse serviço funciona.

Como usar o Uber Pet?

Como levar cachorro no Uber? Aprenda aqui!

A Uber tinha um serviço chamado “Uber PET”, ele estava relacionado juntamente com outros como: Uber Bag, Uber X e outras modalidades. No entanto, essa possibilidade desapareceu do aplicativo.

Em nota, a Uber afirma que agora, em todos os serviços, o amigo PET é bem vindo.

Pug: porque ter um cachorro desses? Veja aqui!

Mas, acredite, não é só chamar o Uber e levar seu cãozinho. Para conseguir andar com ele no carro, é necessário combinar antes com o motorista, caso contrário, ele poderá cancelar a sua corrida quando perceber que tem um animal de estimação.

Como funciona para levar o cachorro no Uber?

Mesmo com o fim do “Uber PET”, a empresa manteve algumas regras que permitem o transporte dos animais, são elas:

Pessoas com necessidades especiais que precisam de cão guia

Os cães guias tem o direito de acompanhar seus donos com deficiência, portanto, nesse caso, não é necessário avisar com antecedência, pois de acordo com a lei federal (lei 11.126 de 2005), a empresa precisa aceitar essa prática.

No entanto, façamos o uso do bom senso, pois como geralmente os cães guias são maiores, é fundamental chamar um carro maior na Uber, caso contrário, ficará desconfortável para todos.

Inclusive, a recusa do cão guia pode render uma multa que pode variar de 1 mil a 30 mil reais, pois constitui um ato discriminatório.

Transporte de cachorros que não são cães guias

Nesse caso, não existe lei que obrigue a empresa levar o seu cachorro. Nesse caso, a própria Uber orienta seus usuários a entrarem em contato com o motorista, caso planejam viajar com animais de estimação.

Isso pode ser feito através do aplicativo mandando mensagem ou ligando, caso ele concordar, é importante proteger o veículo contra riscos e sujeiras que o animal possa causar.

Em contrapartida, lembre-se que você como tutor do cachorro, precisa:

  • Manter a higiene do seu animal de estimação;
  • Se o animal for de pequeno porte, leve-o dentro de uma caixa de transporte;
  • Leve uma toalha grande ou um cobertor para proteger os bancos do veículo, lembre-se que o motorista está trabalhando e outro passageiro vai usar o lugar depois;
  • Se o animal for de grande porte, coloque uma coleira e não esqueça de passar o cinto de segurança nele.

Em suma, existe a possibilidade de levar o cachorro no Uber, desde que haja concordância entre o motorista e o passageiro.

Nomes de cachorro fêmea: veja aqui algumas inspirações!

O tutor do animal de estimação precisa compreender e respeitar que o transporte Pet Friendly é uma escolha do motorista, ou seja, ele tem todo direito de não aceitar a viagem.

Por isso, se ele não for avisado antecipadamente que um cachorro vai acompanhar o passageiro, ele poderá cancelar a viagem, caso esse não seja um cão guia.

Como convencer o motorista do Uber levar o seu cãozinho?

Como levar cachorro no Uber? Aprenda aqui!

O que resta aos passageiros que desejam passear com seus cachorros é serem gentis ao solicitar permissão do motorista. Além disso, é fundamental ter bom senso na hora de levar o seu pet para sair, ande com todos os elementos que ele precisa para se comportar bem nos ambientes fora de casa.

Além disso, solicite sempre um carro maior, para não ter problema de espaço durante o trajeto.

Infelizmente, com o fim dos serviços Uber PET, diminuiu bastante o número de motoristas que aceitam cachorros nas viagens, eles alegam diversos motivos, inclusive a sujeira nos bancos, o que impossibilita pegar outros passageiros depois.

Portanto, ao tentar uma viagem com seu cão, explique ao motorista que ele está limpo e você tem todos os elementos para evitar que ele tenha contato com os bancos e outras partes do veículo. Dessa forma, quem sabe você consiga convencê-lo.

Em nenhuma hipótese seja grosseiro, como não existe lei que obrigue essa conduta, então não adianta se estressar, ao invés disso, tente entender o lado dele, que haverá mais chances dele entender o seu.

Marcela Mazetto

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content