Alimentação Natural Feita Para Cachorros: Aprenda Aqui!

Os cachorros deixaram de ser apenas o cuidador da casa, atualmente são considerados como companhia de muitos, amigos, parte da família e até em alguns casos específicos “filhos”. O mundo pet cresceu nos últimos anos, assim como o cuidado com maior atenção para os “cãopanheiros”.

Uma das últimas tendências é a alimentação natural para os cães, mas afinal, do que se trata? Esse assunto ainda pode ser muito nebuloso para algumas pessoas, por isso hoje vamos tirar todas as suas principais dúvidas sobre como funciona, quais são os alimentos indicados e muito mais. Fique por dentro.

Tártaro em cachorros: o que fazer para evitar? Veja aqui!

Alimentação natural: o que é?

Alimentação Natural Feita Para Cachorros: Aprenda Aqui!

A alimentação natural nada mais é do que uma dieta balanceada, composta principalmente por ingredientes de origem natural e que tenham o mínimo de processamento. Por isso é tão importante escolher com cuidado os ingredientes. Outro segredo é excluir a ração industrializada da rotina do animalzinho, assim se melhora os hábitos alimentícios do mesmo.

As principais motivações para começar a investir nesse tipo de alimentação para cachorro é que o organismo do mesmo precisa receber uma alta quantidade de proteínas, o que não é suprido da forma necessária com as rações tradicionais. A alimentação natural vai além disso, aumento as quantidades não somente de proteínas, mas de gorduras boas, de carboidratos, de vitaminas, de minerais e também de água.

É importante destacar também que alguns animais podem ter uma melhor significativa em algumas enfermidades com o início desse novo hábito, que são:

  • Obesidade;
  • Diabetes;
  • Alergias da pele e também alimentares;
  • Doença renal crônica;
  • Cardiopatias;
  • Pancreatite;
  • Câncer;
  • Gastrite;
  • Doenças relacionadas ao intestino assim como no trato urinário.

Quais são os alimentos usados na alimentação natural?

As proteínas são os peixes, frango, carne de boi, ovos, carne de cordeiro, carne de coelho e também algumas vísceras, como por exemplo: fígado, língua, coração, baço, rins e o pulmão.

Os carboidratos e fibras incluem abobrinha, chuchu, vagem, brócolis, beterraba, batata doce, arroz integral e muitos outros alimentos. Por fim é necessário a inclusão de algumas gorduras, como óleo de coco, de borragem, de peixe e banha de porco.

Sendo praticante ou não da alimentação natural, existem alguns alimentos que não devem ser dados aos cachorros, que são: carambola, chocolate, cebola, pão, salsicha, café e algumas frutas específicas. Isso acontece porque o organismo do animalzinho pode encontrar dificuldade para a digestão, além da potencialidade tóxica.

  • Não é necessária a inclusão de temperos na comida, os cachorros possuem um paladar mais propício para os alimentos em sua forma natural, além disso, muitos temperos podem fazer mal ao seu companheiro;
  • Da mesma maneira que é importante destacar que os alimentos não podem ser cozidos com óleos – é indicado que sejam preparados com água ou no vapor;
  • Evite de dar ossos para os animais, caso alguma lasquinha ou ponta seja ingerida de maneira errada, é possível que ocasione danos interiores ao cachorro, além de que em casos extremos, pode levar a óbito;
  • Evite que as carnes estejam cruas, isso porque esse alimento pode conter alguns patógenos que podem fazer mal e até mesmo causar doenças nos cachorros, que podem até mesmo passar para seus donos.

Não importa qual é a raça do seu cão, sexo, idade e tamanho, a alimentação natural pode ser introduzida em qualquer um.

Como começar essa dieta?

Alimentação Natural Feita Para Cachorros: Aprenda Aqui!

Para começar a dieta o quanto antes, é indicado que se procure um especialista para te ajudar nessa mudança. De início é comum que o profissional peça alguns exames de rotina e em alguns casos específicos, verá quais são as principais necessidades nutricionais do cão. Após isso, será verificado a quantidade calórica que deverá ser introduzida pelo mesmo diariamente, organizando toda a alimentação para que não se ultrapasse ou fique abaixo do necessário.

É válido lembrar que você deve escolher alimentos fáceis de serem cozinhados e possam ser introduzidos na sua rotina, caso contrário, é muito comum que se desista durante o processo, visto a quantidade de tempo e disposição que devem ser dedicados a este processo.

Uma boa notícia é que caso você não queira se comprometer com a execução desses alimentos, é possível encontrar alimentação caseira congelada, porém, ela pode ser mais cara do que quando feita em casa.

Observe como seu animalzinho irá reagir a introdução da alimentação natural, veja como ele tem se comportado e quais são os benefícios que podem ser vistos de início.

Veja aqui como deve ser a tosa do cachorro!

Veja aqui como levar seu cachorro no Uber!

Seu cachorro late demais? Veja aqui o que fazer para evitar esse hábito!

Marcela Mazetto

Conheça Mais Sobre o Autor

Deixe seu Comentário

WebGo Content